Edições anteriores

21º Prêmio CNT de Jornalismo


A 21ª edição do Prêmio CNT de Jornalismo, realizada em 2014, distribuiu R$ 270 mil em prêmios e teve, como grande vencedor, o caderno especial "Entupiu, mas pode melhorar", do jornal Folha de S.Paulo.

O caderno, a partir das reivindicações por melhorias no transporte brasileiro nas manifestações de meados de 2013, debateu a mobilidade urbana e buscou soluções para os problemas enfrentados nas grandes cidades relacionados aos deslocamentos diários.

 

Confira abaixo todos os vencedores:

Grande Prêmio

"Entupiu, mas pode melhorar" - Folha de S.Paulo

Autoria: Alan Gripp, Mario Cesar Carvalho, Gustavo Patu, Fabiano Maisonnave, Leandro Colon, Marcos Augusto Gonçalves, Daniela Mercier, Dimmi Amora, André Monteiro, Eduardo Geraque, Lucas Vetorazzo, Lucas Reis, Felipe Bachtold, Estelita Hass Carazzai, Daniel Tremel, Alencar Izidoro, Claudia Collucci, Gustavo Miranda, Laís Barros Martins, Larissa Veloso

Resumo: A reportagem abordou o caos da mobilidade urbana nas grandes cidades brasileiras. O caderno especial começou a ser produzido a partir de um seminário realizado pelo jornal e ganhou fôlego com os protestos por melhorias no transporte público.

 

Impresso

"Empresa inclui estação e usa esquema político em licitação de linha de metrô de São Paulo" - Folha de S.Paulo

Autoria: Flávio Ferreira e Mario Cesar Carvalho

Resumo: depois de vencer o Grande Prêmio em 2013, o jornal continuou investigando as fraudes na licitação do metrô paulista. Na reportagem os jornalistas mostraram a influência de uma empresa para conseguir interferir em questões de licitação de metrô.

 

Internet

"Um mineroduto que passou em minha vida" - O Tempo On-line

Autoria: Queila Ariadne e Ana Paula Pedrosa e fotografia de Mariela Guimarães

Resumo: o trabalho mostrou que, enquanto os tubos do projeto estavam sendo enterrados, havia muita insatisfação e problemas gerados para as pessoas das cidades por onde o mineroduto passaria.

 

Televisão

"Anda São Paulo" – TV Globo

Autoria: Luisa Brito, Ana Beatriz Finelli, Filippo Mancuso, Tiago Palotoli, Marcos Politi, Fábio Kaneko e Ricardo Meneghello

Resumo: as reportagens mostraram a luta de quem anda de ônibus, trem, metrô, moto e carro para se deslocar, diariamente, no trânsito congestionado da região metropolitana da maior cidade do país.

 

Fotografia

"Crime à Liberdade de Imprensa" – O Globo

Autoria: Domingos Peixoto

Resumo: o fotógrafo fazia a cobertura de uma manifestação no centro do Rio de Janeiro, por redução do preço das passagens de ônibus, quando registrou o momento em que dois jovens soltaram um rojão, atingindo o cinegrafista Santiago Andrade, da TV Bandeirantes, que morreu poucos dias depois.

 

Rádio

"Trepida São Paulo" - BandNews FM

Autoria: Michelle Trombelli

Resumo: a rádio recebeu mais de 2.000 sugestões - por e-mail, Twitter, Facebook, WhatsApp e SMS – sobre vias com grande trepidação devido a problemas no pavimento. As matérias foram construídas de acordo com as sugestões dos ouvintes.

Prêmio Especial Meio Ambiente e Transporte

"Fúria das Águas"- Rede Record

Autoria: Gustavo Costa, Jésus Mosquéra, Márcio Strumiello, Bernardo Paglia e Lucas Mello

Resumo: a cheia histórica do rio Madeira, alagou diversas cidades da região amazônica, deixando milhares de famílias desabrigadas, "engolindo" rodovias e comprometendo o abastecimento

 

Jurados:

Lúcia Castro, editora-executiva dos jornais O Tempo, Super Notícia e Pampulha e do portal O Tempo (MG)

Luiz Megale, apresentador do programa "Café com Jornal", da TV Bandeirantes

Jô Mazzarolo, diretora de jornalismo da Globo Nordeste

Muniz Sodré, jornalista e professor emérito da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Ana Paula Camargo Larocca, engenheira civil, especialista em engenharia de transporte e professora da USP (Universidade de São Paulo) ​


Fotos