Notícias

Inscrições abertas para o Prêmio de Jornalismo


​Os jornalistas que publicaram reportagens ou fotografias sobre transporte entre 12 de agosto de 2015 e 11 de agosto deste ano já podem inscrever seus trabalhos no Prêmio CNT de Jornalismo.  As inscrições da 23ª edição estão abertas entre 20 de junho e 11 de agosto. São seis categorias: Impresso, Televisão, Internet, Rádio, Fotografia e Meio Ambiente e Transporte. A matéria com a melhor nota dos jurados vencerá o Grande Prêmio. Durante a avaliação, serão consideradas questões como relevância para o setor de transporte, para o transportador e para a sociedade; qualidade editorial; criatividade; originalidade e temporalidade.

O vencedor de cada categoria ganhará R$ 35 mil, e o do Grande Prêmio, R$ 60 mil. No total, serão R$ 270 mil distribuídos para jornalistas que valorizam o setor transportador, tanto na área de cargas quanto na de passageiros. Para se inscrever, os autores (inclusive da Fotografia) precisam ter o registro profissional de jornalista. As reportagens devem ser inscritas individualmente, mesmo quando forem feitas por uma equipe, e as inscrições podem ser realizadas pela Internet (premiocnt.cnt.org.br). Somente trabalhos de Televisão precisam ser enviados pelos Correios.

O Prêmio CNT de Jornalismo chega à 23ª edição com mais de cem jornalistas homenageados desde o lançamento, em 1994.  De acordo com o presidente da Confederação Nacional do Transporte, Clésio Andrade, “a premiação estimula e prestigia reportagens sobre o transporte e os trabalhadores do setor, além de contribuir para o melhor entendimento, pela sociedade e pelo poder público, da importância da atividade transportadora na vida econômica, política, social e cultural do país.”

Meio Ambiente e Transporte

Na categoria Meio Ambiente e Transporte, a CNT valoriza trabalhos que mostram a sustentabilidade no setor. Ações que levam à redução da emissão de poluentes e de resíduos, uso de combustíveis alternativos, reaproveitamento de água no setor, entre outros assuntos, podem ser abordados nas reportagens.  Na edição de 2015, o jornal Correio Braziliense venceu a categoria com a série “Cemitérios de Lata”, que mostrou o problema da destinação inadequada de automóveis, barcos, aviões, trens e outros meios de transporte.

A reportagem vencedora do Grande Prêmio, “Bicicletas 1 e 2”, também estava inscrita na categoria Meio Ambiente e Transporte. Ao apresentar questões sobre mobilidade urbana, segurança e outros pontos relativos ao uso das bicicletas, a GloboNews ganhou a maior premiação da última edição.

Os outros vencedores de Prêmio CNT de Jornalismo de 2015 foram:  o jornal O Globo, com a série “Quando o mar vira estrada” (Impresso); a Rede Globo, com a reportagem “A máfia do seguro obrigatório” (Televisão); a rádio Bandeirantes, com o trabalho “Na boleia do caminhão aos confins do Brasil” (Rádio); o site Brio Media, com a reportagem “Eles fizeram foi morrer” (Internet); e o jornal Notícia Agora, com a fotografia “Mão fraterna” (Fotografia). Nesta edição de 2016, os vencedores devem ser conhecidos em novembro e, em dezembro, ocorrerá a cerimônia de entrega da premiação, em Brasília.

Cynthia Castro e Livia Cerezoli
Agência CNT de Notícias


Fale conosco: 0800 728 2891
Endereço: SAUS Q. 1 – Bloco J – Ed. CNT – 11º andar – 70070-010 – Brasília/DF